sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Ele é grunge, ele é indie!

Dormia um sono tranquilo
Um zumbido lhe acordou
Olhou pro chão
Um pequeno besouro havia entrado pela janela do quarto andar
Foi ao outro quarto procurar uma chinela pra dar cabo do inseto
Voltou e ele não estava mais lá
Procurou, foi até a janela e viu o que não procurava
Lá estava ela
Prometeu que não queria quatro mãos
Mas ele viu quatro mãos
Olhou pro relógio e viu que já estava atrasado pro trabalho
Entrou no carro e apertou o play sem se importar com o que ouviria
Então começou a tocar Postcards from Italy do Beirut
Chegou a vê-la se aproximar coincidentemente pelo retrovisor
E viu que de propósito ela desviou o caminho
Em seguida viu as duas mão que a seguiam
Estava profundamente cheio de ódio
Mas quando começou a tocar Mount Wroclay (Idlle Days), seu coração sossegou
Sentiu o vento na nuca
Pensou em deixar o cabelo crescer
Sentiu-se alegre não se sabe porque
Só sabia que Beirut é ótimo quando se está triste
E que Beirut é ótimo quando se está feliz

3 comentários:

Lara (euemtuaboca) disse...

Beirut é ótimo quando se está.

Morganna disse...

si.

Shar* disse...

Eu esqueci de te dizer, fui ouvir o beirut num dia meu, em que as coisas externas não me deixaram desconcentrada de mim, achei ótimo quando reparei nas cores do clip, serve pra muita coisa mesmo.

Sharon