quarta-feira, 25 de abril de 2007

Espelhos

Mecanicidade animalesca a que acostumamos e acomodamos todos os nossos sentidos e desejos, dos mais singelos aos mais sórdidos. Foi a única explicação que encontrei nesse universo de desculpas ínfimas pra me convencer da futilidade que é ainda querer-te.

Acreditamos sermos os melhores pra quem queremos que sejamos os melhores. Mas quando não há comprometimento, em todas as esquinas existem pessoas melhores.

Os poros se exaurindo em testosterona, e meu quarto escuro com medicamentos à base de lítio. Concorrência totalmente desproporcional.

Os rastros que você deveria deixar, estão sendo deixados por eles. Eles querem que você vá até a jaula. Mas você vai porque gosta. Gosta de sentir a ponta do seu útero tocada promiscuamente sem repetição de faces em êxtase. Deve ser por isso que você abomina espelhos.


9 comentários:

Lee disse...

Respondendo à sua pergunta nos meus comentários (com outra pergunta): como mediram minha felicidade para dizer que antes era mais? O problema está no conceito da sua, da minha e da felicidade das pessoas.

A futilidade também é um conceito com vários pontos de vista. Daí eu te pergunto: por que ou quando querer alguém é futilidade? Meu ponto de vista: eu relaciono futilidade com superficialidade e esse querer que você falou, não parece superficial na minha interpretação.

Carlos Alberto disse...

Agradeço a passagen por meu blog e pelo comentário que me deixou muito contente.
Passei aqui e adorei este teu texto(Espelhos),muito bom mesmo,fazia tempo que não lia algo tão bom,e pensava "esse eu gostaria de ter escrito".
tão bom que deu vontade de copiar e colar no meu blog dizendo que é teu.

Renata disse...

"no fundo eu sou tua vaidade" já diria Alcione..
esses quereres consomem pela inverdade em que se sustentam. Pela carne em que constrói. E isso no espelho não fica bonito. Então, que venham os 7 anos de azar! Já diria seus praticantes ;)

Magerlânio disse...

vamos ver se dessa vez vai.

Morganna disse...

espelhos, tais espelhos. ás vezes eu tenho medo deles. =~
Hey! ;D

Papillon disse...

somente pq o masokismo não faz parte da receita

gostar de espelhos
gostar das auto-críticas

_Peter_Pan_ disse...

Não entendi a parte da programação :S
Bem agressivo, hein, vai fundo na análise instintiva.

Pluto disse...

Rsrsrsrs
Irresistível!!!
Posso colocar um link do seu blog no meu? UM BJ

Jackson Jr. disse...

nossa, olha como a fruição varia, cara... eu tinha interpretado a parte dos espelhos como aquele truque pra fazer a "monga" aparecer nos parques do interior.

abração!